Home > Florença > Florença: principais pontos turísticos

Florença: principais pontos turísticos

A cidade de Florença, capital da região da Toscana, é conhecida como o berço do Renascimento. A cidade possui ruas estreitas, construções medievais e, portanto, muito a ser explorada.

Você pode visitar Florença por dois ou mais dias. Mas, a sensação é que um dia você vai querer voltar.

Florença é um museu a céu aberto. Rica em arquitetura, cultura, artes e história. Uma das principais dicas é caminhar pela cidade e explorar suas ruas e seus monumentos. Sendo assim, procure se hospedar no centro histórico ou nas proximidades.

Dicas de hospedagem em Florença

O melhor local para se hospedar em Florença é no centro histórico. Procure um hotel nas proximidades da Stazione Santa Maria Novella, que está a 5 minutos do Duomo de Florença e dos principais pontos turísticos da cidade. Ao se hospedar no centro histórico, você facilita o deslocamento. Sendo assim, poderá realizar a maioria dos passeios a pé e aproveitar Florença durante a noite.

Clique aqui para reservar os principais hotéis em Florença

Onde comer em Florença

Ao viajar, podemos experimentar o que de melhor se produz na gastronomia local. Falando de Itália, Florença não é diferente. Você vai encontrar massas, pizzas e a famosa “Bistecca a Fiorentina”, um prato típico da região da Toscana.

All’Antico Vinaio

É um dos locais mais tradicionais e pitorescos da culinária Toscana, localizado no centro histórico de Florença. O local é tão tradicional que uma multidão faz fila em frente para se deliciar com o que há de melhor na gastronomia local.

All’Antico Vinaio é um restaurante do tipo “pane e salame”, onde você pode encontrar um delicioso sanduíche de pão rústico, recheado com ingredientes frescos e de qualidade. É um super sanduíche rechado com salame, mortadela ou presunto cru e as mais variadas iguarias da região, podendo ser apreciado com uma taça de vinho Chianti. Vale a pena esperar na fila.

Pizzeria a taglio

É uma ótima Pizzaria, que vende pizza a peso, localizada bem no coração de Florença, em frente à Catedral, no canto mais distante da Piazza do Duomo, perto do Batistério.

A Pizzeria a Taglio é ideal para quem deseja parar rapidamente para comer, durante a visitação dos principais pontos turísticos de Florença. Mas, você pode sentar-se nas mesas espalhadas em frente ao estabelecimento ou descer as escadas para comer no porão, onde as pessoas assinam seus nomes nas paredes.

A Pizzeria a Taglio pode ser uma parada para almoçar, brunch ou, até mesmo, jantar. É um local altamente recomendado.

Bar Particceria Cucciolo

O Bar Particceria Cucciolo é uma ótima opção para um lanche ou até mesmo um almoço, em um lugar simples e barato. Os lanches são muito saborosos e o local oferece pizzas, massas e sanduíches.

O melhor da Itália destaca o Cucciolo por seu ambiente e pelo atendimento informal e atencioso. Você poderá escolher a sua refeição e acompanhar com o vinho da casa. Estará bem servido e gastando muito pouco.

O Cucciolo está localizado a um quarteirão do Duomo de Florença e do Batistério (fechado às segundas).

Restaurantes em Florença: dicas e lugares para um bom vinho
Por fim, Florença possui diversos restaurantes, onde você pode encontrar o melhor da culinária local. Conheça algumas sugestões:

  • Le Volpi e l’uva
  • Fuori Porta
  • Il Santino
  • Coquinarius
  • Piazza del Vino
  • Trattoria Zà Zà

Veja aqui mais sobre essas dicas de experiências gastronômicas em Florença.

Principais pontos turísticos de Florença

Catedral de Florença (Duomo)

A Catedral de Florença ou Catedral de Santa Maria de Fiore está localizada no coração do centro histórico da capital da Toscana. Além disso, ela também é por como Duomo di Firenze. Se destaca pela famosa cúpula de Brunelleschi, pelo o Batistério de San Giovanni, a Porta de bronze del Paradiso e o Campanile di Giotto. É subindo a cúpula que se consegue ter uma maravilhosa vista da cidade.

A Catedral é um dos símbolos e principais pontos turísticos de Florença.
Aliás, possui uma fachada neogótica fantástica, em mármore toscano, nas cores verde, branco e rosa. Sua cúpula de telhas alaranjadas e seu campanário o tornam ainda hoje a edificação mais alta da cidade. Por fim, a construção é grandiosa, carregada de arte e história e com características muito peculiares. Todavia, o interior da catedral não se iguala em beleza ao seu exterior, mas possui belos mosaicos em seu piso. O batistério possui uma riqueza de detalhes em seus mosaicos coloridos e seus famosos portões de bronze.

Todos os dias, o Duomo de Florença recebe cerca de 25 mil visitantes e é possível enfrentar uma fila com centenas de visitantes.

Visitação ao Duomo e outros monumentos

Como visitar o Duomo de Florença
Para visitar o Duomo, o acesso é grátis. Funciona de 2ª a 6ª de 8h30 às 16h20, sábado de 8h30  às 17h. Fechado em janeiro, na Semana Santa, Corpus Christi, 15/ago, 8/set, 1º/nov, na primeira semana do advento, e em 25 e 26/dez).

A entrada na catedral é gratuita. Porém, para subir a Cúpula, a Torre e entrar no Batistério, você precisa comprar um ticket combinado. O valor do bilhete é de 18 euros (preço em fevereiro/2019), com validade de até 48 horas. Por fim, o valor também inclui visitação ao Museu de la Ópera del Duomo e à cripta, que abriga restos arqueológicos das primeiras fundações da catedral.

O bilhete pode ser comprado no Centro de Arte e Cultura, localizado na Praça do Duomo. Também é possível comprar diretamente site oficial do Opera, onde é possível verificar os horários de visitação de cada monumento.

Piazza della Signoria e o Palazzo Vecchio

A Piazza della Signoria é um verdadeiro museu a céu aberto e uma das mais impressionantes praças em Florença. Ela possui uma réplica da estátua do Davi de Michelangelo. Ademais, você também irá encontrar uma belíssima Fonte de Neptuno, o rapto da Sabina de Giambologna, além de Perseu com a cabeça de Medusa, de Cellini, entre outras.

Localizada no centro histórico, nas proximidades da Galleria Uffizzi, é um local que, certamente, você irá passar por diversas vezes. Aproveite para apreciar as esculturas e o Palazzo Vecchio que é a atual sede da prefeitura da comune de Firenze.

Se você está hospedado no centro histórico, uma dica é visitá-la, não só, durante o dia, mas também à noite. Ela fica iluminada e muito bonita. A praça também é local de vários eventos como reuniões e festivais, além de reivindicações e comemorações.

Piazza della Repubblica

A Piazza della Republica é um ponto turístico clássico em Florença. Ela está localizada no centro histórico, a poucos metros do Duomo de Florença.

É um local frequentado tanto por turistas, quanto por moradores. Sendo assim, é uma praça bem movimentada, inclusive à noite, devido a quantidade de restaurantes e cafés presentes no local.

Além disso, um belíssimo carrossel dá um ar diferente das demais praças de Florença. Nas proximidades, você encontra famosas atrações como o Café Concerto Paszkowski, o Hard Rock Café e a loja da Apple.

Ponte Vecchio

A Ponte Vecchio é um local de visita obrigatória, em Florença. Uma belíssima ponte em arco medieval que atravessa o Rio Arno, um dos cartões-postais da cidade. Diariamente, uma grande quantidade de turistas atravessam a Ponte Vecchio.

Ao atravessar a ponte, é possível encontrar diversas lojas, sendo as mais emblemáticas as ourivesarias e joalherias. Elas se destacam não só pelos belos trabalhos, como também pela originalidade.

Diariamente, milhares de turistas atravessam a Ponte Vecchio. Nos arredores, você também encontra muita arte como pintura e surpreendentes músicos de rua. Ademais, a vista para o Rio Arno também é um ótimo atrativo, em qualquer momento do dia. Mas, é no por do sol que se pode tirar as melhores fotos do local.

Um pouco sobre a história da Ponte Vecchio
Reza a lenda que a Ponte Vecchio foi construída durante a Roma Antiga e era, originalmente, feita em madeira. Entretanto, em 1333, uma enchente varreu todas as pontes de Florença. Todavia, a Ponte Vecchio, foi reconstruída em 1345, com projeto da autoria de Taddeo Gaddi.

Durante a Segunda Guerra Mundial, a Ponte Vecchio foi a única ponte poupada das explosões. Contudo, por trás das lendas da ponte, diz-se que uma visita de Adolf Hitler em 1939 a Florença foi de tal impacto, que o próprio Hitler convenceu as tropas alemães de salvar a Ponte Vecchio da destruição, durante a retirada das tropas em 1944. Então, para a nossa sorte, talvez, hoje em dia, conseguimos visitar este belo e histórico monumento.

Piazzalle Michelangelo

A Piazzalle Michelangelo fica no distrito de Oltrarno (do outro lado do rio Arno). Localizada em uma colina, a praça possui uma vista panorâmica sensacional da cidade de Florença. Além disso, a praça tem uma réplica da estátua de Davi. No local, você vai encontrar uma feirinha e venda de souvenires. Ademais, algumas vezes ao ano, acontece, diversos eventos como o Festival de gelato. 

A Piazzalle Michelangelo está no trajeto do City SightSeeing e é ponto de parada. Porém, você pode ir caminhando, a partir da Ponte Vecchio. A caminhada tem cerca de 1,4km e dura por volta de 20 minutos. No entanto, também é possível ir de ônibus, saindo da estação Firenze Santa Maria Novella (ônibus nº 12 ou 13). Você poderá combinar a subida de ônibus com a descida a pé e observar o que há pelo caminho. Em Oltrarno, há outros pontos turísticos que merecem ser visitados: Palazzo Pitti e Giardino de Bomboli.

Museus / Galerias em Florença

Galleria degli Uffizzi

A Galleria degli Uffizzi é o maior museu de arte da Itália. Está localizada no centro histórico de Florença e próximo à Piazza della Signora. Possui um dos maiores acervos do mundo.

Foi construído por Giorgio Vasari, a pedido de Cosmo I de Médici para que ali fossem os gabinetes administrativo e legal (ufizzi, em italiano antigo).

Lá, é possível apreciar o melhor da arte italiana, incluindo obras góticas, renascentistas e posteriores. Em destaque para as obras:

  • A Primavera, de Botticelli
  • O Nascimento de Vênus, de Bottticelli
  • A Virgem com pintassilgo, de Rafael
  • Sagrada Família, de Michelangelo
  • Adoração dos Magos, Leonardo da Vinci
  • Bacco, de Caravaggio
  • Retrato de Eleonora de Toleto com seu filho, de Bronzino
  • A Virgem com o filho, de Giotto
  • Virgem com o filho e dois anjos, de Fra Filippo Lippi
  • Retrato dos duques de Urbino, de Piero della Francesca

Ainda, em destaque também para as obras feitas sob encomenda da Família Médici: o Retrato de Eleonora e seu filho é considerada uma obra-prima de Bronzino. Ela evidencia a imagem da duquesa Eleonora de Toledo, esposa de Cosmo I e mãe de 11 Médicis. O retrato com o filho representa a continuidade da dinastia da família Médici.

Por outro lado, o Nascimento de Vênus, retrata o nascimento da deusa do amor, Afrodite ou Vênus. A obra foi produzida conforme a mitologia grega, que diz que Vênus nasceu do mar, sob uma chuva de rosas. Em seguida, foi empurrada para a praia em uma concha, cercada pelas Horas ou Ninfas, que são deuses do vento.

A pintura retrata o instante em que a concha toca a areia e uma das Horas estende um manto de púrpura para a bela Vênus, idealização da beleza, da pureza e do amor.

Galeria dell’Accademia

É uma galeria composta por múltiplas esculturas, de vários autores.  O grande destaque é, inegavelmente, o David de Michelangelo. A estátua do Davi impressiona por seu tamanho e, também, pela riquezas de detalhes do corpo humano. A escultura demonstra o rico conhecimento de anatomia, já existente na época do Renascentismo.  

A galeria está a 600m da Catedral de Santa Maria del Fiore, em uma rua escondida. Porém, você pode pegar o ônibus nº 17, que sai da estação de Santa Maria Novella. Enfim, desça na Piazza di San Marco, siga pela mesma calçada e dobre à direita, sem atravessar a rua. É só andar por mais alguns metros para encontrar a entrada.

Como evitar fila nas galerias Uffizzi e Accademia

Como comprar bilhete para as Galerias de Florença
Para visitar os museus de Florença, você deve comprar online, com antecedência mínima de um mês.

Para isso, basta acessar o site oficial de venda de bilhetes do Polo Museale di Firenze. A reserva tanto para Uffizzi, quanto para para a Galleria dell’Accademia custa €4, além dos €8 pelo bilhete de entrada. É possível realizar os dois passeios em um mesmo dia. Para isso, reserve, pelo menos 3h para Uffizzi e 1h30 para Accademia.

Para a Galleria degli Uffizzi, é importante ter atenção no seguinte: imprima o e-mail e leve com você. Porém, somente este e-mail não garante a entrada ao museu. Você deve trocar o email pelo ingresso. Sendo assim, cerca de 15 minutos antes da entrada, apresente o e-mail da reserva na Porta 3 (fica à direita de quem vem da Piazza della Signora) . Na hora marcada, apresente o ingresso na Porta 1 para entrar (do lado oposto da Porta 3).  Entretanto, se você deseja comprar ingresso na hora, pegue a fila da Porta 2 (para quem não realizou a reserva pelo site).

Para a Galleria dell’Accademia, o procedimento é similar. Portanto, ao chegar ao local, você deve trocar a reserva pelo seu bilhete de ingresso. O guichê de trocas fica frente à entrada do museu, do outro lado da rua.

Ingresso de acesso ao Museu

Toscana com base em Florença

Roteiro na Toscana de 7 dias em 10 cidades
Florença é a capital da região da Toscana, uma das mais famosas da Itália. Então, para quem está planejando viajar por esta região, indicamos um roteiro de 7 dias em 10 cidades, com base em Florença e Siena. Você pode reservar dois dias para visitar Florença, além de um dia para visitar Pisa e Lucca.

Por fim, dias restantes, você poderá visitar diversas cidades medievais como Siena, Monteriggioni, San Gimignano e Arezzo, além de aproveitar aproveitar a Região dos Chianti, onde são produzidos os principais vinhos na Toscana.

Veja mais aqui

Você também vai gostar de...

(1) Comment

  1. Siena: principais pontos turísticos | O melhor da Itália

    […] roteiro de 7 dias em 10 cidades, com base em Florença e Siena. Você pode reservar dois dias para visitar Florença, além de um dia para visitar Pisa e […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *